Paulo Caldeira - Caixa Econômica Federal

Paulo Caldeira - Caixa Econômica Federal

Há tempos venho buscando formas de me conhecer melhor e assim crescer como pessoa, e nesta incansável corrida rumo às informações, conheci uma amiga de minha esposa, que se apresentou profissionalmente como sendo uma “coach” (treinadora/Técnica), o que me fez aguçar minha curiosidade acerca deste termo tão em moda hoje em dia.
Bastaram alguns minutos de conversa com esta nova amiga, e algumas pesquisas na internet, para descobrir que a minha busca pelo autoconhecimento teria respaldo nas técnicas e atividades desenvolvidas pela Viviane Guerra, a citada amiga e minha futura “coach”. E assim, me tornei um “coachee” (cliente/aluno) ávido por novas descobertas sobre a figura mais intrigante da minha vida: eu mesmo.
Hoje, após as 10 sessões de treinamento e do levantamento do meu perfil comportamental feito através da ferramenta DISC, posso dizer que minhas expectativas iniciais se concretizaram, pois as ferramentas utilizadas pela Viviane em cada encontro me fizeram refletir e a construir um novo modelo mental, que me faz substituir registros negativos e que me impediam de alcançar determinados objetivos, por pensamentos positivos que me fazem acreditar que eu posso realizar qualquer coisa, desde que não fira os meus mais nobres valores.
Obrigado Viviane, pois você me ajudou a montar mais um pedaço do quebra-cabeça da minha história. Valeu tanto a experiência, que posso dizer aos meus amigos mais próximos, que ao necessitarem de um “empurrão” rumo ao sucesso na vida, o “coaching” é uma boa solução.